Passar para o Conteúdo Principal

Logotipo da Câmara Municipal de Vila do Conde

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

Exposição de Colheres de Pau - ENCERRADA TEMPORARIAMENTE

Exposições
14 a 2021/01/21
Agenda site fgj 2021 1 720 2500

Exposição de Colheres de Pau - ENCERRADA TEMPORARIAMENTE

Horário:

10h00-18h00

Local:
Centro de Memória de Vila do Conde

Milhares de colheres de pau, decoradas por alunos das escolas e por utentes seniores de instituições de solidariedade social do concelho de Vila do Conde, poderão ser apreciadas no Centro de Memória.

Trata-se da Exposição / Concurso de Colheres de Pau que se realiza no âmbito da iniciativa “Feira Grande de Janeiro”, que iria culminar com uma recriação histórica na Praça de São João, mas cuja realização não será possível devido ao novo confinamento em vigor durante, pelo menos, um mês.

Também o comércio local se associa a esta tradição através da decoração das montras com motivos alusivos à Feira Grande de Janeiro.

Após o período de confinamento, a exposição abrirá portas novamente, permitindo aos apreciadores a reserva e a compra destas pequenas obras de arte portadoras de belas mensagens de amor.

Escolas convidadas

  • Escola Secundária José Régio
  • Agrupamento de Escolas D. Afonso Sanches
  • Agrupamento de Escolas Frei João de Vila do Conde
  • Agrupamento de Escolas Dr. Carlos Pinto Ferreira
  • Agrupamento de Escolas D. Pedro IV

Animação: Escola Profissional de Vila do Conde

Instituições seniores convidadas

  • Associação de Proteção à Terceira Idade "A.F. Vila Cova"
  • Associação de Solidariedade Social "O Tecto"
  • Associação de Solidariedade Social de Mosteiró
  • Associação de Solidariedade Social de Vila Chã "Terramar"
  • Associação de Solidariedade Social Santa Cristina de Malta "Sancris"
  • Centro de Convívio Sénior da Junta de Freguesia de Gião
  • Centro de Convívio Sénior da União de Freguesias de Bagunte, Ferreiró, Outeiro Maior e Parada
  • Centro Social da Paróquia da Junqueira
  • Centro Social da Paróquia de Labruge
  • Centro Social da Paróquia de Mindelo
  • Centro Social da Paróquia de Touguinha
  • Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde
  • Venerável Ordem Terceira de São Francisco de Vila do Conde

Enquadramento histórico da Feira Grande de janeiro

A instituição da “Feira dos Vinte” recua no tempo, levando-nos até 1704, ano em que D. Pedro II, na sequência de uma solicitação das gentes de Vila do Conde, emite um alvará régio instituindo a Feira Franca de Santo Amaro, a realizar ao dia 20 de cada mês.

Às feiras acorriam lavradores, rapazes e raparigas das freguesias vizinhas, com os seus trajes de festa, bem como comerciantes de locais mais distantes, onde, para além das trocas comerciais, se trocavam também olhares e palavras galanteadoras... Com o passar dos anos, as feiras foram perdendo algum esplendor, no entanto o seu carácter socializante havia de permanecer, já que era um local privilegiado para travar “conhecimentos”, onde as conversas decorriam muitas vezes em rimas e onde as raparigas contabilizavam os rapazes com quem tinham namoriscado, o que acabaria por criar a designação da “Feira dos Namorados”.

As colheres de pau eram o “meio de transporte”, das mensagens apaixonadas que o rapaz oferecia à rapariga com quem mais simpatizasse e que num passado não muito distante, foram pretexto para começar namoros e amores. Passaram os tempos de pedir namoro em verso, mas os alunos das escolas do concelho, todos os anos, recriam esta tradição e, dando largas à imaginação, decoram e «transformam» as modestas colheres de pau em pequenas obras de arte, que posteriormente são vendidas na Feira Grande de Janeiro.

Organização:
Câmara Municipal de Vila do Conde
Município de Vila do Conde

Praça Vasco da Gama
4480-754 Vila do Conde

Telefone +351 252 248 400
E-mail geral@cm-viladoconde.pt

Horário de atendimento
Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

© 2015 | Todos os direitos reservados

wiremazelogótipos da validação

Logótipos Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia