Passar para o Conteúdo Principal

Logotipo da Câmara Municipal de Vila do Conde

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

Um dia histórico para Vila do Conde

201412230949085705082 1 736 2500
23 Dezembro 2014
A peça que José Régio viu sempre censurada, foi apresentada pela primeira vez, e logo em Vila do Conde, no passado sábado, no Teatro Municipal.
A peça que José Régio viu sempre censurada, foi apresentada pela primeira vez, e logo em Vila do Conde, no passado sábado, no Teatro Municipal.

O numeroso público que assistiu à leitura encenada de "Jacob e o Anjo" não deu o seu tempo por perdido, antes considerando ter participado num momento histórico, em que se prestou uma significativa homenagem a um dos maiores vultos da literatura portuguesa do século XX.

Com conceção de Jorge Sequerra e produção do Centro de Estudos Regianos e da Câmara Municipal de Vila do Conde, a leitura encenada da obra referida, contou também com a participação dos atores João d’Ávila, Carla Chambel e José Fidalgo, acompanhados pelo contrabaixista Carlos Barreto.

A Autarquia decidiu ainda promover esta sessão para também assinalar o 45.º aniversário da morte de José Régio, que ocorreu em 22 de dezembro de 1969, na sua casa de Vila do Conde.

No final, a Presidente da Câmara mostrou-se  “feliz e emocionada por ter conseguido realizar um sonho de José Régio, que não conseguiu ver em cena  esta sua peça de teatro, mas os seus familiares e o elevado público aqui presentes, tiveram o privilégio de assistir, em primeira mão,  à sua representação, facto que o nosso ilustre conterrâneo tanto desejou e não conseguiu ver realizado”.

Como surpresa da sessão, e aproveitando a presença do prestigiado ator, a Dr.ª Elisa Ferraz realçou a homenagem que o Município também fez questão de prestar a João d’Ávila, com a exibição do documentário “João d’Ávila – a poesia em movimento”, de Jorge Sequerra, feito especialmente para esta ocasião.

João d’Ávila - ator, escritor e artista plástico, com 80 anos de vida e mais de 60 de carreira – conheceu pessoalmente José Régio e divulgou apaixonadamente a sua obra, tanto no teatro, como nos inúmeros espetáculos de poesia, em Portugal e no Mundo.
 
O ator João d’Ávila ficou surpreendido e feliz com a gentileza e a distinção da Câmara Municipal, manifestando a sua gratidão e salientando que conheceu José Régio em 1963, tendo-lhe solicitado permissão para encenar e representar a peça “Mário ou Eu próprio – o Outro”, continuando, a partir daí,  a divulgar, até hoje, a  obra deste grande “poeta, dramaturgo e romancista”.

Esta sessão, de alcance e repercussão nacional, foi efetivamente um momento alto da Cultura em Vila do Conde.
 
Município de Vila do Conde

Praça Vasco da Gama
4480-337 Vila do Conde

Telefone +351 252 248 400
E-mail geral@cm-viladoconde.pt

Horário de atendimento
Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

© 2015 | Todos os direitos reservados

wiremazelogótipos da validação

Logótipos Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia