Passar para o Conteúdo Principal

Logotipo da Câmara Municipal de Vila do Conde

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

Memorial aos Náufragos já é uma realidade

201411171252055705082 1 736 2500
17 Novembro 2014
A Presidente da Câmara, Dr.ª Elisa Ferraz, inaugurou ontem, na marginal das Caxinas, o Memorial aos Náufragos, um monumento que perpetuará a memória dos pescadores vilacondenses desaparecidos no mar.

A Presidente da Câmara, Dr.ª Elisa Ferraz, inaugurou ontem, na marginal das Caxinas, o Memorial aos Náufragos, um monumento que perpetuará a memória dos pescadores vilacondenses desaparecidos no mar.

A cerimónia, antecedida de uma Missa na Igreja de Nosso Senhor dos Navegantes, registou uma elevada participação da comunidade e decorreu de uma forma muito emotiva, estando sempre patente a dor e a saudade daqueles que perderam os seus entes queridos no mar.

Depois de proceder à bênção do Memorial, o Pároco da comunidade, Monsenhor Domingos Araújo, acentuou que este será um local onde os fiéis podem finalmente homenagear os seus familiares naufragados e deixou um agradecimento à Câmara Municipal pela execução de tão belo monumento.

No ato inaugural, foi ouvido o testemunho de José Coentrão, mestre e sobrevivente da embarcação “Virgem do Sameiro”, que recordou emocionado o naufrágio e manifestou a sua convicção de que foi a fé que o salvou.

Abel Coentrão, Presidente da Direção da Associação Bind’ó Peixe”, autor da frase inscrita no memorial (“O mar devolve-me uma memória de ti. E nela te resgato para a eternidade”), recordou também o citado naufrágio do barco “Virgem do Sameiro” e o regresso às suas famílias dos sobreviventes, ao mesmo tempo que agradeceu à Presidente da Câmara a honra de ter sido escolhido para redigir a frase.

Também interveio o Presidente da Assembleia Municipal, Eng.º Mário Almeida, que lembrou o facto de existirem dois corpos da embarcação “Mar Nosso” que ainda não foram resgatados, vincando o dever do Governo em forçar esta operação de resgate.

A encerrar a cerimónia, e visivelmente emocionada, usou da palavra a Presidente da Câmara, que lembrou a sua decisão de construir nas Caxinas este monumento aos náufragos, referindo que a sua existência, na maior comunidade piscatória do país, era fundamental.

Elogiou o Arq. Manuel Maia Gomes pela obra concetualizada e, referindo-se ao memorial, realçou o facto do mesmo simbolizar a nossa dor, mas também sublinhou a importância de termos o mar à nossa porta e o que de bom também nos traz, acrescentando que “este monumento é magnífico, fascinou-me desde que me foi apresentado e será algo marcante na nossa comunidade”.

A Dra. Elisa Ferraz não deixou de referir o resgate dos dois corpos da embarcação “Mar Nosso”, por que tanto se tem batido, dizendo que “é um problema que já devia estar resolvido e que se tem arrastado porque o armador e as autoridades têm fugido às responsabilidades. Na inauguração deste monumento é o momento certo para garantir que vamos continuar a encetar esforços para resolver este problema”.

A Presidente da Câmara encerrou a cerimónia com a colocação de rosas brancas no memorial, lembrando, com emoção, todos os náufragos desaparecidos e fazendo-se acompanhar neste ato simbólico pelas viúvas presentes no ato.

Município de Vila do Conde

Praça Vasco da Gama
4480-337 Vila do Conde

Telefone +351 252 248 400
E-mail geral@cm-viladoconde.pt

Horário de atendimento
Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

© 2015 | Todos os direitos reservados

wiremazelogótipos da validação

Logótipos Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia