Passar para o Conteúdo Principal

Logotipo da Câmara Municipal de Vila do Conde

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

Vila do Conde integra comemorações do Centenário de Agustina Bessa-Luís

Agustina bessa luis 1 1000 620
2022/06/21

A sessão de apresentação das comemorações do centenário de Agustina Bessa-Luís decorre esta terça-feira, dia 21 de junho, em Amarante. Para além de Amarante, outros municípios e entidades associaram-se a estas comemorações como Vila do Conde, Baião, Esposende, Porto, Póvoa de Varzim e Peso da Régua, a Direção Regional de Cultura do Norte, as Universidades do Porto, do Minho e de Trás-os-Montes e Alto Douro, a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte, a Fundação de Serralves e a Associação de Turismo do Porto e Norte de Portugal, contando como apoio institucional da CCDR-NORTE.

A apresentação terá lugar no Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso e contará com a presença do Ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, e Mónica Baldaque, em representação da família da escritora. Será celebrado o protocolo de cooperação institucional para a organização e promoção da iniciativa, que se realizará entre 15 de outubro de 2022 e a mesma data do ano de 2023.

Nascida no ano de 1922, em Vila Meã/Amarante, passou a sua infância e adolescência em diversos locais, nomeadamente nas freguesias de Ferreiró e Bagunte, em Vila do Conde, havendo atualmente, em Bagunte, um centro escolar com o seu nome. Também chegou a passar férias na praia da foz do Ave, arrendando casa na Rua Comendador António Fernandes da Costa.

Agustina Bessa-Luís foi reconhecida como uma das escritoras mais importantes na ficção portuguesa contemporânea, tendo publicado mais de meia centena de obras, várias delas adaptadas ao cinema pelo realizador Manoel de Oliveira que mantinha com ela e com José Régio um relacionamento privilegiado. Foi o escritor vilacondense quem chamou à atenção do título "Sibila", obra com a qual se revelaria uma importante escritora e uma das mais emblemáticas da criação agustiniana. Esta proximidade com Régio integra-se no roteiro vilacondense das suas recordações, das quais é também indissociável a Quinta de Cavaleiros, situada em Outeiro e Bagunte, onde passou temporadas da sua infância, e que é referenciada em várias obras, como é o caso de o “Colar de Flores Bravias”, “O Soldado Romano” e “Antes do Degelo”, título com que ganharia o Prémio Camões.

Em 1966, a propósito das suas vivências nesta freguesia vilacondense, Agustina escreveu: "Eu vivi em muitos lugares, e de um deles tenho a ideia estranha de que lá vivi por necessidade da minha iniciação no fantástico. Era uma terra perdida, a norte de Bagunte, nome já por si cancioneiro e razoável de eficácia romântica."

Fotografia: DR

Município de Vila do Conde

Praça Vasco da Gama
4480-337 Vila do Conde

Telefone +351 252 248 400
E-mail geral@cm-viladoconde.pt

Horário de atendimento
Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

© 2015 | Todos os direitos reservados

wiremazelogótipos da validação

Logótipos Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia