Passar para o Conteúdo Principal

Logotipo da Câmara Municipal de Vila do Conde

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

União de Freguesias de Rio Mau e Arcos

Em consequência da Lei 11- A /2013 de 28 de janeiro, foi concretizada a reforma administrativa do território que no caso do Concelho de Vila do Conde, resultou na agregação de 16 freguesias, com o aparecimento de 7 novas freguesias, reorganizando-se o Concelho de Vila do Conde em 21 freguesias, constituídas com base nos princípios, critérios e parâmetros definidos na Lei nº22/2012, de 30 maio.

Neste contexto, e sem prejuízo da preservação da identidade cultural, histórica, incluindo a manutenção dos símbolos das anteriores freguesias, conforme redação do ponto 3 do artigo 9 da Lei nº22/2012, as antigas freguesias de Rio Mau e Arcos cessam juridicamente, constituindo a União de Freguesias de Rio Mau e Arcos, sendo a sede da União de Freguesias Rio Mau, de acordo com a Lei 11-A/2013 de 28 de janeiro.

    Área: 15,7 Km2

    População atual: 2681 habitantes

    Distância à sede do Concelho: 9 Km

    • Presidente Sara Goreti Carvalho Balazeiro
    • Secretário Franclim Santos Ferreira da Costa 
    • Tesoureiro  Miguel Sousa Campos
    • Junta de Freguesia eleita por:


    • Horário de atendimento:
      Rio Mau: Segunda e Quarta - 20h00 - 21h00; Terça e Sexta - 19h00 - 21h00; Quinta - 9h00 - 11h00; Arcos: Segunda - 09h30 - 11h00; Quarta - 18h30 - 20h00; Quinta - 19h00 - 21h00

    • Morada:
      Rua Inocência Rocha, 177
      4480-429 RIO MAU VCD
      Telefone: 252 652 660 / 252 652 997
    Rio Mau

    São Cristóvão de Rio Mau foi vigararia do Convento de S. Simão da Junqueira, tendo pertencido ao concelho de Barcelos e, posteriormente, da Póvoa de Varzim, sendo integrado no ano de 1853 no concelho de Vila do Conde.
     
    Em Sobrado, localiza-se um pequeno cabeço onde abunda a tégula - telha romana. Não se conhece a estação com mais precisão.
    Banhada pelo Rio Este, cuja tradição diz que ter dado o nome à freguesia, apresenta um dos “mais notáveis edifícios do românico rural português” como se refere Jorge Rodrigues, à sua igreja, Monumento Nacional, datada do século XII, que seria rapidamente transformado num mosteiro, e integrado, mais tarde, no mosteiro de S. Simão da Junqueira, por bula papal de Martinho V. Os dízimos desta paróquia eram pertença de S. Simão da Junqueira, e as terras foreiras da Casa de Bragança, S. Simão e da Casa de Cavaleiros dos Ferreiras de Eça. 

     

    • Orago: S. Cristóvão
    Arcos

    Arcos fez parte dos limites de Barcelos. Segundo a tradição, existiu, nesta freguesia, um castelo mourisco, no Monte com o mesmo nome, e no Monte da Reguenga, uma estrada coberta que ia ter ao Rio Ave.

    Ao nível arqueológico, é possível localizar a mamoa de Moldes e o Castro de Casais. Este último apresenta vestígios dos períodos castrejo e romano.

    Situada a Norte do Rio Ave, encostada ao Rio Este, pertence ao concelho de Vila do Conde desde 1836, apresentando como ex-libris a sua ponte românica, datada do século XII e considerada Imóvel de Interesse Público. Ainda a nível arquitetónico, destaque para a existência de várias casas de quinta, espalhadas pela freguesia.

    • Orago: S. Miguel
    Município de Vila do Conde

    Praça Vasco da Gama
    4480-454 Vila do Conde

    Telefone +351 252 248 400
    E-mail geral@cm-viladoconde.pt

    Horário de atendimento
    Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

    © 2015 | Todos os direitos reservados

    wiremazelogótipos da validação