Passar para o Conteúdo Principal

Logotipo da Câmara Municipal de Vila do Conde

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental


A requalificação ambiental de Vila do Conde passou pela intervenção da frente atlântica atlântica e margem do rio Ave, no âmbito do programa Polis. Integrado nesta área e localizado na antiga “Casa do Risco” está o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental – CMIA.


A sua construção teve na sua génese premissas tão diversas como:

  • a importância que o rio e o mar têm para a comunidade local, enquanto fonte de desenvolvimento e fator de fixação da população.
  • a importância do meio ambiente como fator indissociável da qualidade de vida, do bem-estar e da saúde das populações.
  • a necessidade da preservação ambiental desta envolvente natural.
  • a melhoria do conhecimento sobre o ambiente e os seus sistemas, fundamental para prevenir e evitar situações de risco, assim como para desenvolver, de forma eficiente, adequadas e inovadoras metodologias de remediação, controlo e tratamento.
  • a importância do desenvolvimento de novas iniciativas, procedimentos e processos de sensibilização, informação e formação da comunidade, promovendo uma cidadania consciente, ativa e empenhada na melhoria do bem-estar de toda a comunidade, numa perspetiva global e intergeracional.

O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) de Vila do Conde é um equipamento da Câmara Municipal de Vila do Conde (CMVC) com coordenação técnico-científica a cargo do Centro de Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR), da Universidade do Porto (UP).

Foi criado em 2007, no âmbito do Programa Polis, para o desenvolvimento de ações de sensibilização ambiental e monitorização de diversos descritores ambientais, com o objetivo de incrementar a responsabilidade dos cidadãos em relação ao meio ambiente e contribuir para a melhoria do ambiente a nível regional.
Através da concretização de materiais que procuram criar interesse e valores ambientais à sociedade civil, quer a professores e especialistas, o CMIA tem tido um importante papel na formação da consciência ambiental na comunidade em que se encontra inserido.

Executando uma educação de carácter não formal, o CMIA procura tomar em consideração as necessidades pessoais dos seus visitantes, assim como da comunidade escolar. Apresenta uma estratégia que assenta na promoção de uma elevada diversidade de atividades, que visam chegar a público-alvo distintos, envolvendo deste modo toda a sociedade civil.
Neste sentido, tem servido o sistema formal de ensino, complementando-o com a possibilidade de deslocações para realização de oficinas e/ou palestras, ou disponibilizando as suas instalações para a realização de oficinas, e visitas a exposições temáticas.

O facto das exposições temáticas passarem a itinerantes depois de estarem patentes nas instalações do CMIA, podendo ser solicitadas por qualquer instituição ou grupo organizado, aumenta em muito o raio de ação do CMIA, quer a nível geográfico, quer a nível do número de pessoas impactadas.
Ainda no âmbito escolar, o CMIA tem recebido inúmeros estagiários de várias instituições de ensino que possuem formações no âmbito da educação ambiental.

Nas várias atividades desenvolvidas pelo CMIA, em 2014, participaram 17214 pessoas.

Município de Vila do Conde

Praça Vasco da Gama
4480-454 Vila do Conde

Telefone +351 252 248 400
E-mail geral@cm-viladoconde.pt

Horário de atendimento
Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

© 2015 | Todos os direitos reservados

wiremazelogótipos da validação