Passar para o Conteúdo Principal

imagem

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

Rota do Rio Este

Saindo da Praça Antero de Quental (Praça Velha) para nascente, pela secular estrada que levava pelos vales do Ave e do Este até Famalicão, Guimarães ou Braga, o visitante passa em frente à Casa de S. Sebastião, um antigo e requintado solar de Vila do Conde, onde agora funciona o Centro de Memória.

Seguindo para nascente o visitante encontrará a Igreja da Lapa, erguida no século XVIII pela confraria que terão encomendado o projeto ao famoso arquiteto italiano Nicolao Nazoni, então radicado no Porto. A Igreja encontra-se fechada, estando o horário de visita condicionado à hora imediatamente anterior ou posterior às missas.

Continuando na velha estrada o visitante passa ao largo do lugar de Formariz, a primeira aldeia que encontrava quem saía de Vila do Conde, cujo centro assinalado por um velho cruzeiro e por uma casa rural com uma pequena capela, lembram uma unidade velha de milénios, já que aí existiu uma Villa Romana, mais tarde baptizada como Villa Fromarici, o nome germânico com que aparece a limitar a Villa de Comite no primeiro documento que se refere a esta localidade.

Daqui a estrada segue pelas terras baixas e alagadiças da Lagoa, um dos antigos sapais da região, ricos em peixe e caça, onde ainda é possível avistar colónias de garças, e que, embora cultivado, não raro sofre as invasões do rio Ave, que chega em anos de grandes chuvas, a inundar a estrada. Estas terras pertenceram à Casa de Bragança, como se pode ver pelo vetusto marco ainda de pé à entrada de uma fábrica.

A Lagoa confronta diretamente com o lugar da Madorra, já na freguesia de Touguinha. Madorra é um nome que suscita o interesse dos arqueólogos por estar sempre associado a ocupações muito antigas. Assim é em Touguinha, onde na área, apareceu uma necrópole do Bronze Final.

Seguindo pela estrada principal surge à esquerda um interessante núcleo com um belo edifício datado do final do século XIX ou inícios do século XX. O conjunto caracteriza-se pela excelente qualidade arquitetónica quer da casa principal, muito influenciada pela arquitetura “brasileira” de torna viagem, quer dos anexos, situados no outro lado de uma rua aberta em terreno privado por Manuel F. Costa, que por essas e outras obras, teve a homenagem de um busto erguido à margem da estrada municipal.

Numa rotunda construída um pouco adiante convidamos o visitante a dirigir-se pela direita ao lugar da Pena, quase no limite com Touguinhó, um local onde se erguem dois solares sobre uma elevação marcante face à envolvente. Na Pena nasceu um dos maiores escritores portugueses – Augusto Soromenho. A área, apesar de um pouco menos bem tratada por obras recentes, preside ainda com imponência à união entre o Ave e o Este, um local normalmente sagrado para os antigos, mas que não possui qualquer monumento indicativo dessa sacralidade.

Aqui o visitante deverá retomar a estrada principal até chegar às pontes sobre o rio Este. A mais recente, ainda em uso, foi mandada erguer por Fontes Pereira de Melo em finais do século XIX e foi um importante melhoramento na estrada do vale do Ave.

A mais antiga de traça medieval foi apropriada por um particular podendo apenas ser observada do outro lado do rio. Ali num pequeno largo ergue-se a capela de S. João – quase um nicho ali colocado pela devoção popular ao padroeiro dos rios.

A partir daqui o visitante pode percorrer um dos mais pitorescos caminhos interiores de Vila do Conde, caminhando ao longo do Rio Este, numa estrada milenar limitada pelas escarpas do Mirante e pelo serpentear do rio. No alto do mirante reza a tradição que existiu um povoado fortificado da Idade do Ferro – um Castro.

Todavia isso nunca pode ser confirmado. O local é bucólico acompanhando o rio num espaço em que se erguem inúmeras azenhas com os seus açudes, onde existem pequenas pontes de arame e onde as levadas criam pequenas ilhas que têm sido utilizadas como espaços de lazer.

Na fonte da Aguilhada, a 6.5 km de Vila do Conde, onde corre ainda uma água fresca com que podemos retemperar forças, termina a nossa rota, podendo o visitante optar por, virando 200 metros adiante à esquerda e subir ao alto de Touguinhó, junto às escolas primárias, e daí voltar a Vila do Conde.

Município de Vila do Conde

Praça Vasco da Gama
4480-454 Vila do Conde

Telefone +351 252 248 400
E-mail geral@cm-viladoconde.pt

Horário de atendimento
Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

© 2015 | Todos os direitos reservados

wiremazelogótipos da validação