Passar para o Conteúdo Principal

imagem

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

Centro de Pedagogia Ambiental


O Centro de Pedagogia Ambiental, de Vila do Conde, foi inaugurado a 14 de Dezembro de 2008 com uma exposição que retrata o importante “património paisagístico” do concelho de Vila do Conde, e que se intitula “Apontamentos da Paisagem”.

O Centro de Pedagogia Ambiental pretende ser um espaço de reflexão e debate de questões relacionados com os espaços verdes, paisagem e ambiente e ainda, estabelecer-se como “parceiro” da comunidade escolar na partilha de saberes e experiências no sentido de investigar e desenvolver propostas lúdicas de educação e sensibilização ambiental dos mais jovens.

O programa de funcionamento preconiza a produção de trabalhos/exposições temporárias sobre as diferentes problemáticas do meio ambiente, recorrendo a distintos suportes expositivos.

O Centro de Pedagogia Ambiental encontra-se instalado no Centro de Memória, e tem como destinatários a comunidade escolar e o público em geral. O espaço é composto por uma sala, munido de equipamento multimédia e espaço atelier, no qual se desenvolvem atividades educativas na área do ambiente.  
 
Atualmente o Centro de Pedagogia Ambiental acolhe, de forma permanente, uma exposição com recurso a registos fotográficos de trechos ou estruturas da paisagem que se entenderam relevantes na região, ou apresentam singularidade ou marco de inovação. 

No dia 23 de Março comemorou-se o Dia Mundial da Árvore, evocando o tema do papel da Árvore e da Floresta na minimização dos efeitos da poluição atmosférica. No âmbito deste tema, promoveu-se uma ação simbólica de sensibilização recorrendo à plantação de árvores autóctones, criando simbolicamente, um “Sumidouro de Carbono” na Travessa Poça da Bouça – Caxinas. O objetivo principal da ação, foi lembrar para a necessidade da captação de gases poluidores da atmosfera, designadamente dióxido de carbono, constituindo assim um testemunho da preocupação da Autarquia com o Aquecimento Global compensando desta forma parte do carbono produzido direta e indiretamente pelas suas atividades.

Ainda no âmbito da comemoração do Dia Mundial da árvore, foi levada a cabo, a Exposição “ Uma Árvore, Um Amigo”. As árvores expostas foram concebidas pelas escolas do concelho, em que participaram cerca de trinta escolas, tendo permanecido nos jardins do Centro de Memória, pelo período de 15 dias. Com esta atividade, pretendeu-se desenvolver nas populações mais jovens atitudes de respeito pela natureza, sensibilizando-as para a importância da reutilização dos desperdícios no equilíbrio do ecossistema;
No Dia 22 de Abril, celebrou-se o Dia Mundial da Terra com a abertura ao público de uma exposição multimédia cujo tema é “A Árvore, a Floresta e o Sequestro de Carbono”.

Realizou-se ainda, a Cerimónia de Atribuição dos Prémios referente ao concurso “Uma Árvore, Um Amigo”, dos trabalhos escolhidos pelo júri, incluindo a divulgação da árvore eleita pelos visitantes, bem como a entrega de diploma de participação às escolas, que se associaram à comemoração.

Decorre ainda a projeção do documentário de Al Gore “Verdade Inconveniente”, sempre que haja marcação para o efeito. 

Horta à porta

horta à porta

Tendo por objectivo o prosseguimento de políticas de responsabilidade social, de desenvolvimento sustentável e de protecção meio do ambiente, entendeu a Câmara Municipal de Vila do Conde juntamente com a Junta de Freguesia de Vairão associarem-se à iniciativa “Horta-à-Porta”, projecto da LIPOR, promovendo a primeira “Horta Biológica” em Vairão e a conversão de uma horta convencional em Horta Social, no núcleo de habitação social de Rio Mau.

O Projecto Horta à Porta é coordenado por uma equipa da Lipor, em articulação com o Serviço de Jardins e Espaços Verdes da Câmara Municipal, e têm como responsabilidade a formação dos utilizadores, consultadoria e monitorização agrícola e a gestão global do projecto.

O objectivo do projecto é apoiar os cidadãos interessados em praticar a horticultura como actividade de lazer e/ou de complemento económico, difundindo assim o uso de práticas agrícolas amigas do ambiente e hábitos alimentares saudáveis. Trata-se igualmente de um projecto que visa a promoção da qualidade de vida das populações, não só através da criação de espaços verdes dinâmicos, como também pela promoção do contacto com a Natureza, da qualificação ambiental, do incremento da biodiversidade, e da redução dos resíduos orgânicos.

A Junta de Freguesia de Vairão disponibiliza aos interessados, do concelho de Vila do Conde, em praticar agricultura biológica e compostagem, um terreno agrícola, com cerca de 600m2, dividido em 17 talhões, com 25 m2 cada. A Horta Biológica encontra-se devidamente vedada e provida de duas tomadas de água, proveniente de uma captação próxima, assim como de um pequeno abrigo comum para acondicionar as ferramentas individuais, necessárias à actividade.

A Horta Social de Rio Mau resulta da reconversão de uma horta convencional numa horta biológica. Os interessados em aderir a este projecto comprometem-se a utilizar práticas agrícolas amigas do ambiente.

Os futuros “agricultores” recebem ainda formação em agricultura biológica e um compostor individual, que deverão colocar junto à sua horta.

Todos os interessados em usufruir de uma horta podem efectuar a sua inscrição a partir do dia 6 de Maio de 2011, junto da Câmara Municipal de Vila do Conde através do email rute.saraiva@cm-viladoconde.pt ou pelo telefone 252248400 (Ext.3460 Rute Saraiva ou 3397 SJEV); através da Junta de Freguesia de Vairão email freguesiavairao@sapo.pt ou pelo telefone 252662735l e, ainda através da Lipor pelo telefone 229770100 ou pelo site www.hortadaformiga.com (link “Horta à Porta).

A utilização do espaço requer o cumprimento das regras estabelecidas no regulamento e a utilização correcta dos recursos oferecidos, bem como o cumprimento das técnicas de agricultura de modo biológico caseiro. Esta, como é sabido, não permite o uso de produtos químicos de síntese nos tratamentos dos solos e das culturas. Os talhões são disponibilizados gratuitamente aos utilizadores inscritos, e ordenados por ordem de inscrição, sendo igualmente ministrada a formação em agricultura biológica.

Finalmente, considera-se que a divulgação persistente e sistemática dos conceitos de agricultura sustentável e das técnicas que lhe são inerentes, motivará os vastos públicos a alterar comportamentos e a formular novas exigências alimentares e ambientais. Eventualmente, estas acções, farão com que a agricultura sustentável assuma relevância no território e se constitua como “janela” de oportunidade para a valorização do mundo rural.

 

  • Contactos

Largo de S. Sebastião
4480-706 Vila do Conde
Telefone: 252 617 506


  • Horário de Funcionamento

Terça a Domingo - 10h00 às 18h00

Município de Vila do Conde

Praça Vasco da Gama
4480-454 Vila do Conde

Telefone +351 252 248 400
E-mail geral@cm-viladoconde.pt

Horário de atendimento
Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

© 2015 | Todos os direitos reservados

wiremazelogótipos da validação