Passar para o Conteúdo Principal

Logotipo da Câmara Municipal de Vila do Conde

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

Queima de Sobrantes de Exploração

Período critico

O período critico no âmbito do SDFCI vigora de 1 de julho a 30 de setembro, podendo a sua duração ser alterada, por despacho do membro do governo responsável pela área das florestas.

Em todos os espaços rurais, dentro do período critico e fora do período critico em dias em que se verifique o índice de risco de incêndio muito elevado e máximo, não é permitido:

  • Realizar fogueiras para recreio ou lazer e para confeção de alimentos, bem como utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;
  • Queimar matos cortados e amontoadas e qualquer tipo de sobrantes de exploração;
  • Fumar ou fazer lume de qualquer tipo no seu interior ou nas vias que os delimitam ou os atravessam;
  • Não é permitido o lançamento de balões com mecha acesa e de quaisquer tipos de foguetes;
  • A utilização de fogo-de-artificio ou outros artefactos pirotécnicos, está sujeita a autorização prévia do Município;
  • Os tratores e veículos de transporte pesados devem estar equipados com 1 ou 2 extintores;
  • Em dias de risco de incêndio de nível máximo, não é permitido a realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a motorroçadoras, corta-matos e destroçadores, exceto o uso de motorroçadoras que utilizam cabeças de corte de fio de nylon.

É proibido o abandono de queima de sobrantes em espaços rurais e dentro de aglomerados populacionais em qualquer altura do ano

Medidas de segurança a adotar na realização de queimas de sobrantes

imagem

Escolha um dia sem vento, com temperaturas baixas a moderadas e humidade relativa alta;

Nunca realize a queima de sobrantes sob a projeção vertical ou na vizinhança de cabos elétricos de baixa, média ou alta tensão e de cabos telefónicos;

Evitar a realização de queima de sobrantes em locais onde o declive seja acentuado. Material incandescente pode libertar-se e rolar encosta abaixo provocando focos de incêndio.

Ao redor da fogueira deve ser limpa uma faixa de 2 metros de largura, para não existir propagação do fogo;

A fogueira deverá ser alimentada gradualmente para evitar a produção de muito calor e uma elevada emissão de faúlhas;

Ter presente utensílios de usos agrícola como ancinhos, pás e enxadas ou tratores com alfaias tipo grade de discos devem ser utilizados para criar o espaço adequado para realizar a queima de sobrantes de exploração, para controlar o amontoado e para auxiliar a extinção final da combustão.

No final, deverão ser aspergidos com água os locais das queimas, de forma a apagar os braseiros, e cavada uma pequena faixa de descontinuidade do combustível ao longo do limite perimetral da área queimada, a fim de se evitarem reacendimentos.

 

Município de Vila do Conde

Praça Vasco da Gama
4480-454 Vila do Conde

Telefone +351 252 248 400
E-mail geral@cm-viladoconde.pt

Horário de atendimento
Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

© 2015 | Todos os direitos reservados

wiremazelogótipos da validação