Passar para o Conteúdo Principal

Logotipo da Câmara Municipal de Vila do Conde

siga-nos
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C

Proto-História

Estações Arqueológicas do Concelho de Vila do Conde
  • Castro de S. João – Vila do Conde
    Referido na documentação medieval, o Castro de S. João erguer-se-ia no local onde hoje está o Mosteiro de Sta. Clara. Escavações recentes do Gabinete de Arqueologia comprovaram a existência de cerâmica Castreja – da Idade do Ferro – no Castro.

  • Castro da Retorta – Retorta
    Publicado por Eugénio de Andreia da Cunha e Freitas, o Castro da Retorta é um povoado ribeirinho, que foi fortemente romanizado. Os vidros romanos aí encontrados foram estudados por Jorge e Adília Alarcão. O castro encontra-se parcelarmente destruído.

  • Castro de Santagões – Bagunte
    O Castro de Santagões foi publicado por Fernando Russell Cortez como sendo um acampamento romano, uma vez que só possui muralhas em talude de terra. Não se conhecem outras estruturas no seu interior. Brochado de Almeida afirma tratar-se de um Castro agrícola, sustentando a sua afirmação na existência de um fragmento de cerâmica Castreja que no entanto nunca foi publicado. O Castro encontra-se completamente eucaliptizado. Não excluímos a hipótese de se tratar de uma fortificação posterior.

  • Cividade de Bagunte – Bagunte
    Com uma cronologia conhecida de ocupação do século IV a.C. ao século IV d.C. (com base numa análise ceramológica), a Cividade de Bagunte é conhecida, desde muito cedo, como um povoado antigo. Já no século XVIII, Jerónimo Contador de Argote, citando o livro dos Condados, refere a existência, no monte da Cividade, de ruínas de uma cidade antiga. Trata-se de um povoado de enormes dimensões, com mais de 50 Hectares de área com interesse. Este povoado é objeto de um projeto de dinamização cultural - o campo arqueológico de Bagunte.

  • Castro de Ferreiró – Ferreiró
    O Castro de Ferreiró é outros dos Castros estratégicos ribeirinhos em que Vila do Conde é fértil. O Povoado encontra-se parcialmente destruído por uma pedreira.

  • Castro do Boi – Vairão
    O Castro do Boi foi uma importante fortificação na Idade Média, tendo sido o castelo que dominava, militarmente, praticamente todo o sul do Concelho de Vila do Conde. A análise ceramológica do local permite, no entanto, perceber que foi um castro antes de ser castelo. Encontra-se muito destruído por pedreiras e por inúmeras construções na sua área.

  • Castro de S. Paio - Labruge
    O Castro de S. Paio foi descoberto nos anos 50 do século XX por Fernando Lanhas e D. Domingos de Pinho Brandão. Desde então foi destruído parcialmente por vários curiosos com fitos muitas vezes bem-intencionados.
    De 1993 a 1996, foram efetuadas escavações arqueológicas com o objetivo de salvar o Castro da destruição. Foi objeto de um projeto de valorização. É o único Castro Marítimo da parte portuguesa do Noroeste Peninsular.
Município de Vila do Conde

Praça Vasco da Gama
4480-454 Vila do Conde

Telefone +351 252 248 400
E-mail geral@cm-viladoconde.pt

Horário de atendimento
Segunda a sexta - 9h00 às 16h30

© 2015 | Todos os direitos reservados

wiremazelogótipos da validação